Responsabilidade na parte que nos cabe na construção do progresso do Brasil, independentemente de cor, credo, profissão e posicionamento político.

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

TJ DECIDIU QUE AS COTAS RACIAIS SÃO CONSTITUCIONAIS - VAMOS AO SUPREMO

O Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Rio declarou a lei estadual 5.346/2008, que instituiu o sistema de cotas para ingresso nas universidades estaduais, constitucional. Por maioria de votos, os desembargadores acompanharam a posição do desembargador Sergio Cavalieri, relator da ação direta de inconstitucionalidade, para quem a norma aprovada pela Assembléia Legislativa não fere o princípio da igualdade.
Lamento profundamente a maneira pela qual o processo foi conduzido pelo presidente Zveiter. E lamento, ainda mais, o desembargador Cavalieri ter induzido o julgamento e desdenhado do desembargador divergente, ex-presidente Murta.
Logo relatarei os bastidores e os pontos mais relevantes do julgamento.
Evidente que as diferenças de renda e de oportunidade, não de cor, é que limitam o acesso ao mercado de trabalho e à educação superior. O sistema de cotas raciais produz novas desigualdades e fomenta o ódio racial, não havendo respaldo nos princípios da nossa constituição – nem nos critérios sociais e científicos – para que essa norma seja considerada constitucional.
As cotas raciais são um artifício de mascaramento utilizado pela classe política para não enfrentar o problema social de frente, agora, com o respaldo do Poder Judiciário. Lamentável a decisão do TJ que se curvou aos desmandos do governo estadual.

4 comentários:

Luciana disse...

Perder uma batalha não significa perder a luta! Vá ao Supremo! Continue desenhado com primor a sua carreira jurídica. Te admiro muito e ganhando ou perdendo para mim vc é o melhor advogado do mundo todinho! Confio em vc!
Com todo o meu carinho
Luca

anderson alves disse...

ESSE TAL DE CAVALIERI SÓ SERVE PARA ATRAZAR A VIDA DOS OUTROS. HÁ MUITO, ELE FAZ ISSO. MAS DESEJO ,BOA SORTE,
NO SUPREMO. ABÇS JH.

Anônimo disse...

ME DÁ, ME DÁ !!! ESSA É A POLÍTICA DAS PREGUIÇOSAS MINORIAS. SOMA OS DESVIOS DE VERBAS DE VAGABUNDOS IGUAL AO EDSON SANTOS, É SÓ CORRUPÇÃO.

Anônimo disse...

Vai chegar o dia em que irei a um hospital, por exemplo, e terei que perguntar ao médico que me atender se ele se formou na faculdade através do sistema de cotas.

Se afirmativo, me recusarei a ser atendido por um profissional que não teve a capacidade intelectual de passar no vestibular de forma justa sem artifícios deturpadores da igualdade entre pessoas.

É UM DIREITO MEU ESCOLHER POR QUEM QUERO SER ATENDIDO!!!!!

Quem me garante ser esta pessoa é um bom profissional, se no início de tudo precisou usar o sistema de cotas para se formar?

TE JURO QUE FAREI ISSO, SEJA EM QQR ÁREA PROFISSIONAL!!!!!

Oportunidade assim eu apóio apenas para aqueles comprovadamente “pobres” e mesmo assim, não apenas para o ingresso nas universidades, mas também o acompanhamento de seus estudos desde o início ainda criança.

IMPORTANTE

Senhor Jornalista, a imprensa deve atribuir responsabilidades às autoridades. Caso contrário, será apenas uma omissa medíocre exercendo a função de relações públicas daqueles que afundam o país. Pense nisso!